Na Bíblia, Deus nos desafia a olhar para nosso mundo de maneira diferente. E isso inclui nossa visão da política. Então, por onde devemos começar quando consideramos o governo, a política, o voto? A Bíblia diz:

Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade. 1 Timóteo 2:1-2

 

O Novo Testamento foi todo escrito debaixo do domínio cruel e despótico de imperadores romanos. Não havia democracia nessa altura. Muitos dos governadores eram injustos, perigosos, instáveis e até sádicos, e o povo comum não tinha proteção contra seus caprichos. O próprio Paulo, que escreveu estes versículos, sofreu muito às mãos de governantes injustos. Mesmo assim, ele recomendou a oração pelos governantes. Porquê?

Uma vida tranquila e pacífica

Orar pelos governantes é sensato. Mesmo na melhor das democracias, não podemos garantir que os governantes eleitos vão ser pessoas do bem. Podemos ser enganados por mentirosos e trapaceiros. Ou nosso candidato preferido pode perder. Não podemos mudar essa realidade mas podemos ter influência de outra maneira: orando.

A oração pelos governantes é importante, se queremos ter uma vida tranquila, com dignidade e paz. Deus pode mudar o coração até do pior líder. Onde não há esperança, nossas orações podem contribuir para uma mudança surpreendente. Os primeiros cristãos decerto oraram pelos governantes e um milagre aconteceu: o império romano passou de perseguidor a grande promotor do Cristianismo!

Em uma democracia, todo cristão tem a oportunidade de participar ativamente da política de seu país. Esse é um grande privilégio! Mas antes de tudo, devemos pôr Deus no centro e orar pelos governantes, para que tenham sabedoria e nos garantam uma vida tranquila.

A oração pelos governantes é o primeiro passo para a mudança!

https://bibliapregai.org/orar-pelos-governantes-o-cristao-e-a-politica